• Gênesis 26: 1-6; 12-15

É preciso haver uma promessa para nos sustentar. Nesse texto de Gênesis vemos algumas: Habita na terra; Serei contigo; Te abençoarei; Porque a ti e a toda a sua descendência darei toas as terras; Confirmarei o juramento que fiz a Abraão; Multiplicarei a tua descendência; Na tua descendência serão abençoados todas as gerações da terra; Porque o seu pai obedeceu, serás abençoado.

É preciso acreditar nas promessas e tomar atitudes. Isaque semeou naquela terra que era a da sua promessa e foi abençoado pelo Senhor. Enriqueceu, prosperou, ficou riquíssimo, possuindo ovelhas, bois e grande número de empregados. Toda essa prosperidade provocou a inveja nos filisteus e gerou competições e resistência.

Os invejosos e contrários jogavam terra nos poços que pertenciam a Isaque. Imagina você construindo e alguém destruindo. Os poços estavam lá, porém cheios de terra. Esses poços guardam seus sonhos que foram enterrados. Esses poços guardam sua alegria que foi enterrada.

Está na hora de fazer como Isaque e tornar a abrir os seus poços nos mesmos lugares de antes, dando-lhes os mesmos nomes, sem desistir diante das investidas contrárias. Lembre-se: o nosso Deus nos dá provisão no meio dos nossos vales.

Veja os poços que foram achados por Isaque: O primeiro se chamou Eseque porque os pastores se contenderam. Se houver contenda entre os pastores o rebanho fica com sede. O segundo poço se chamou Sitna porque ainda havia contenda entre os pastores. O terceiro poço se chamou Reobote porque não houve mais contendas, assim prosperaram e as ovelhas foram saciadas. O quarto poço foi da gratidão e adoração, um poço que não tem nome, porém foi o lugar onde armaram a tenda e levantaram um altar demarcando território de conquista e habitação. Os outros poços eram de passagem, mas quando a contenda acabou entrou a conquista.

O encontro da preparação com a oportunidade gera o rebento que chamamos de sucesso. Há dois estados que influenciam nossos resultados: estado confiante e estado paralisante. Todos entramos e saímos de bons e maus estados. Saiba conviver com eles e terá a chave para entender mudanças e conseguir a excelência.

“O encontro da preparação com a oportunidade gera o rebento que chamamos de sucesso”.

 Paz

Pr. Bruno

Comentários

Categorias: Devocional

Douglas Oliveira Rodrigues

Sou jovem, profissional de TI, sei aproximadamente 6 acordes de violão, cristão, adorador, e apaixonado pelo Senhor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: